Tapira Teen - A Revista Digital de Tapira
Publicado em: 02/02/2015
Boca Júniors conquista Torneio de Futsal
Untitled Document

A equipe do Boca Júniors se sagrou campeão do Torneio de Férias de Futsal 2015 ao bater na grande final a equipe do Pinheiros em um jogo épico, marcado por muitas emoções e que só foi decidido nas cobranças de pênalti.

O jogo - arbitrado por Paulo Giovane e Rolando - começou bastante amarrado, com as equipes marcando muito e as chances de gol sendo escassas, como que em uma partida de xadrez, onde os adversários se estudam. Com o decorrer da primeira etapa os times se soltaram mais e quem saiu na frente foi o a equipe dos Pinheiros, que marcou com o atleta Éverton. No entanto, pouco depois, Admilson Júnior cobrou uma falta com muita raiva e colocou a igualdade no placar.

Depois disto os Pinheiros se encontraram na partida e criaram boas movimentações, trocando ótimos passes e se aproveitando da instabilidade do Boca. A equipe marcou mais três vezes - novamente com Éverton e depois com Emerson (2). O placar de 4x1 dava a falsa impressão de que a fatura estaria liquidade.

Ledo engano! Se, primeiro, o Boca havia dado a oportunidade de que os Pinheiros abrissem vantagem no placar, desta vez o enredo se deu ao inverso. Os Pinheiros não souberam aproveitar a vantagem no placar e, aparentemente cansados e certos da vitória, deram espaço para o Boca, que não teve dúvidas em voltar para a partida.

Pênalti desnecessário e desatenções fizeram com que o placar voltasse a apontar a igualdade entre os times - Fróis, Carlos Eduardo e Admilson Júnior marcaram os gols que decretaram o 4x4 ao final do tempo normal.

Na prorrogação, o Boca, que já havia terminado melhor o jogo, ainda contou com a ausência do atleta Éverton, dos Pinheiros - destaque da equipe e que havia sido expulso por uma discussão com outro jogador do seu time, durante o tempo normal. Mas mesmo melhor da quadra, o Boca não conseguiu marcar o gol do título e a decisão teve que ir para as cobranças de pênalti.

Nas penalidades, a emoção foi total. Em um duelo para testar qualquer cardíaco, o título só foi decidido com a cobrança dos goleiros. Depois de as duas equipes baterem as cobranças iniciais e cada uma ter desperdiçado apenas uma penalidade e as cobranças alternadas terem seguido sem desperdício por parte dos atletas, coube aos goleiros Fróis e Juarez decidir a sorte do jogo. Primeiro Fróis bateu bem e jogou a responsabilidade para cima do adversário. E parece que esta responsabilidade pesou, pois Juarez errou e o Boca se tornou o grande campeão do futsal tapirense em 2015.

O torneio teve a participação de 8 equipes e a classificação final apontou o Boca Jrs. Campeão, ficando o vice-campeonato para os Pinheiros, o 3º lugar para a ARUCA e o 4º posto para a Terra Viva. O artilheiro da competição foi Éverton (Pinheiros) e o título de goleiro menos vazado ficou com Fróis (Boca).

Vice-campeão: Pinheiros

3º Lugar: ARUCA

Artilheiro: Éverton (Pinheiros)

Goleiro Menos Vazado: Fróis (Boca Jrs.)

Untitled Document
Mais notícias sobre Esportes
Untitled Document