Tapira Teen - A Revista Digital de Tapira
Publicado em: 25/08/2014
Empate na primeira partida da final do Ruralão
Untitled Document

A primeira partida da final do Ruralão 2014 terminou empatada e a decisão ficou mesmo para o próximo sábado (30), quando Tapira e Córrego da Mata se encontrarão novamente - só que desta vez no Estádio Fausto Alvin, na cidade de Araxá.

O jogo começou bem a feição para a equipe tapirense, que trocava bem os passes e não sofria muito combate do adversário. Depois de algumas chances desperdiçadas, Urciano aproveitou uma bola alçada na área e cabeceou como manda o figurino: para o chão e não deu chances para o goleiro Marcílio: Tapira 1x0.

Do momento do gol até o final da primeira etapa Tapira se posicionou bem no campo e impedia o Córrego da Mata de criar jogadas, pecando apenas em alguns lances mais duros no campo de ataque que acarretaram em cartões amarelos totalmente desnecessários para os seus jogadores.

O segundo tempo veio e com ele um Córrego da Mata mais participativo, porém sem criatividade alguma. Tapira sempre conseguia desarmar com facilidade as tentativas de avanço do adversário e ainda criava ótimas oportunidades de ampliar o marcador. Em duas destas chances Marcelo Araxá cabeceou sem marcação no contrapé do goleiro e por pouco, muito pouco, a bola não entrou.

Já nos dez minutos finais, um lance mudaria o resultado do jogo. O meio-campista Gilberto, que havia tomado cartão amarelo na primeira etapa, cometeu falta no meio do campo e o árbitro Edilson José aplicou-lhe o segundo cartão amarelo, acarretando assim em sua expulsão.

A equipe tapirense reclamou bastante com o juiz e acabou ficando muito pilhada com o lance. Prova disto é que na cobrança desta falta, que havia acontecido no meio do campo, o atleta do Córrego da Mata deu um chutão em direção à área e a zaga de Tapira, como que ainda pensando na expulsão, assistiu ao atacante Julinho, após bate rebate, finalizar mesmo caído dentro da área, para empatar o jogo.

Com o resultado final de 1x1, Tapira joga no Fausto Alvin por um empate simples para ser campeão, uma vez que possui a melhor campanha ao longo de todo o campeonato.

As equipes jogaram assim:

Tapira: Dida, Bruno, Luciano, Serginho e Cristiano; Barroso (Lucas), Cafu (A), Gilberto (A) (V) e Dedé (A); Marcelo Araxá (Patrick (A)) e Urciano (Marcelo Fofão) - treinador Gutti.

Córrego da Mata: Marcilio, Thiago Badete (A), Café, Marcelo Silica (Paulo Rocha) e Germano Cumbuca; Wallace Beiço (A), Marcelo Tormim, Alvim e Leopoldo (Leo); Julinho e Véio - treinador Nélio Reis.

Untitled Document
Mais notícias sobre Esportes
Untitled Document