Tapira Teen - A Revista Digital de Tapira
Publicado em: 23/05/2009
Fosfertil inicia projeto de R$ 462 milhões
Untitled Document

O presidente do Conselho de Administração da Fosfertil, Mário Alves Barbosa, e o presidente da Fosfertil, Vital Jorge Lopes, formalizaram, nesta segunda-feira (18/05), em São Paulo, o contrato no valor de R$ 462 milhões para execução do investimento na expansão do complexo industrial da empresa no município de Uberaba (MG). A Fosfertil é a maior produtora de matérias-primas para fertilizantes do país. Está presente em quatro Estados brasileiros e emprega diretamente cerca de 2.800 pessoas. A obra, executada pelo consórcio formado pelas empresas construtoras Camargo Corrêa e Norberto Odebrecht e a Promon Engenharia, prevê a ampliação das plantas de ácido fosfórico (aumento de 230 mil toneladas/ano) e de ácido sulfúrico (mais 481 mil toneladas/ano). O investimento permitirá ainda aumentar em 5,3 MW a autogeração de energia elétrica no complexo industrial, significando a autossuficiência do investimento. O plano também inclui a expansão das minerações de fosfato, em Tapira (MG) e Catalão (GO), elevando para 3,5 milhões t/ano a produção de rocha fosfática. O destaque deste contrato é a forma de execução. Os trabalhos serão desenvolvidos em regime de contrato de aliança, o que permite total transparência nas informações relativas a custos e condições comerciais (open book), em compartilhamento parcial de ganhos e perdas. O objetivo é garantir a execução do projeto no menor prazo e custo possíveis. Com a nova expansão em Uberaba (a anterior foi concluída em março de 2006), a oferta de ácido fosfórico da Fosfertil crescerá 27%. O faturamento previsto com o aumento da capacidade de produção é de cerca de R$ 500 milhões anuais, a partir do início efetivo da produção após a conclusão do projeto. Durante as obras de expansão serão criados 1,2 mil empregos temporários e, após a conclusão do projeto, 350 empregos diretos e terceiros. O cronograma da empresa prevê a conclusão da expansão até meados de 2011. Este projeto em Uberaba faz parte do plano da companhia de dobrar em cinco anos a sua capacidade de produção. Para isso, a Fosfertil já deu início ao Projeto Salitre, que quando integralmente implantado prevê a abertura de uma nova mina de rocha fosfática em Patrocínio (MG) e a construção de um complexo químico. Esse projeto teve sua fase inicial anunciada em 2008 e a conclusão dos estudos deverá ocorrer no segundo semestre de 2009, quando então será submetido à aprovação do Conselho de Administração. O investimento previsto é da ordem de R$ 2 bilhões, e tem como objetivo ampliar a oferta de fósforo ao mercado nacional. A nova mina de rocha fosfática, quando em atividade, terá capacidade para produzir 2 milhões de toneladas por ano, e a unidade industrial será voltada à produção de fosfatados de alta concentração: ácido sulfúrico, ácido fosfórico e fertilizantes MAP, DAP e TSP. Somado aos investimentos em curso, esse projeto irá ampliar a oferta brasileira de rocha fosfática em 34% e de ácido fosfórico em 60%. Quando estiver em operação o projeto de expansão, a Fosfertil poderá substituir por produção nacional cerca de 15% da participação dos importados no segmento de fosfatados.

Untitled Document
Mais notícias sobre Empresas
Untitled Document