Tapira Teen - A Revista Digital de Tapira
Publicado em: 10/04/2011
Avalanche de lama invade casas em Tapira
Untitled Document

Por volta das 22h do último sábado (09), Tapira passou por uma situação de tensão e perigo que nunca antes havia sido submetida. Uma tromba d’água caiu na cabeceira do córrego que corta dois quarteirões na região conhecida como "Laticínio" e avançou, seguindo o leito natural, invadindo as casas que margeavam o curso d’água. Além de água, a avalanche que se formou, trouxe junto muita lama, vegetação e tudo mais que encontrava pelo caminho. A casa mais atingida foi a do Sr. Hilário Rosa, senhor de idade que mora com a esposa - sendo os dois os últimos a serem retirados das residências. Para ilustrar bem o perigo que o casal passou, a vazão de água e detritos era tanta que precisou passar por dentro da sua garagem, arrancado dela o seu carro e o jogando do outro lado da rua. Embora, felizmente, nenhuma pessoa tenha se machucado, o ocorrido trouxe muitos prejuízos materiais, os quais ainda não foram mensurados completamente. Em várias casas, a água e o barro inutilizaram eletrodomésticos e móveis, chegando a arrastá-los para fora das residências. Aquela é uma região onde moram muitos aposentados e, por este motivo, o perigo foi ainda maior, dada a grande necessidade de cuidados que a maioria carece. A população das imediações e até de outras áreas da cidade rapidamente se mobilizou, ajudou a retirar crianças e idosos das casas, fez o possível para salvar a maior quantidade de móveis e eletrodomésticos possível e, enfim, deu uma grande mostra de cidadania e solidariedade, principalmente porque vários moradores cujas residências foram atingidas se encontravam em estado de choque, necessitando claramente de apoio. A polícia militar e a vice-prefeita Mirian também compareceram rapidamente ao local, dando o apoio necessário para contornar as situações de risco e manter a ordem. Ao final cabe a nós um exercício de agradecimento a Deus, pois um verdadeiro milagre aconteceu. A quantidade de material que avançou rumo às áreas habitadas por pouco não causou uma catástrofe sem precedentes em Tapira. É fato que Tapira até hoje cresceu com muito pouco planejamento, mas de agora em diante, depois deste aviso da natureza, é imprescindível que se crie uma política de ocupação de solo capaz de garantir a segurança da população.

Untitled Document
Mais notícias sobre Clima
Untitled Document